APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Clique aqui Clique aqui

Gerenciamento de riscos

O gerenciamento de riscos corporativos e controles internos é uma ferramenta de gestão integrante das práticas de Governança Corporativa da Cemig

Os riscos da Cemig são analisados a partir do planejamento estratégico. Um risco pode ser conceituado como o efeito da incerteza nos objetivos estratégicos da companhia, um desvio positivo ou negativo em relação ao esperado. O gerenciamento de riscos constitui-se de diretrizes aplicáveis ao conjunto de processos e procedimentos internos que dizem respeito à identificação, avaliação, análise, tratamento e monitoramento contínuo dos riscos existentes na companhia, visando obter vantagem competitiva.

Atividades

Desde 2016 a atividade de gestão de riscos corporativos na Cemig está subordinada à Presidência. Ainda, em 2019, foi criada a Diretoria Adjunta de Compliance, Riscos Corporativos e Controles Internos, unificando em uma mesma administração os processos de gestão de riscos corporativos e de controles internos. Esse movimento reforça a intenção de aumentar a sinergia entre esses processos e a independência entre os demais, de forma a fornecer informações à Alta Administração para a tomada de decisão, preservando o valor da empresa.

As diretrizes adotadas pelo processo são aderentes a estruturas e padrões reconhecidos, como Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission – COSO e ISO 31000, e têm como objetivo explicitar o conjunto de princípios aplicáveis aos negócios da Companhia, orientando as atividades de planejamento, identificação, análise, tratamento, monitoramento incluindo a comunicação dos riscos corporativos.

Anualmente, é aprovada pela Diretoria Executiva e pelo Conselho de Administração, a Matriz de Riscos Corporativos – Top Risks, incluindo os de Compliance vigente para o exercício. Eles são avaliados por sua probabilidade de ocorrência e por seu impacto nos diversos negócios da cadeia de valor. A cadeia de valor da Cemig abrange as áreas de negócios: Holding, Geração, Distribuição, Transmissão e Comercialização.
Tais riscos, associados a execução da estratégia e cenários de exposição da Companhia, bem como a conflitos de interesse, fraude e corrupção têm como titulares os Diretores da Companhia, sendo monitorados e reportados periodicamente à Alta Administração.

Ainda, a Matriz de controles internos é revisada e aprovada anualmente e os controles são testados e monitorados também pela Gerência de Gestão de Riscos e Controles Internos e reportados periodicamente aos Conselhos de Administração e Fiscal e Comitê de Auditoria.
Como parte da Matriz de Riscos e Controles Internos da Cemig, estão os controles vinculados à mitigação dos riscos associados à elaboração e divulgação das Demonstrações Financeiras, emitido de acordo com a seção 404 da Lei Sarbanes-Oxley e normas do “Public Company Accounting Oversight Board” – PCAOB, que integra o Relatório Anual segundo o Formulário 20-F.