APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Clique aqui Clique aqui

Mas afinal, o que são as tarifas horo-sazonais?

.Com o objetivo de desestimular o consumo de energia em horários de maior demanda, as THS são importantes para reduzir o carregamento dos sistemas elétricos.

Foto: iStock

Você provavelmente já ouviu falar nas tarifas horo-sazonais. Essa modalidade, também chamada de THS, é um conjunto de tarifas aplicadas para o consumo de energia e demanda contratada para clientes do grupo A que, geralmente, é atendido por uma subestação com tensão mais elevada e com grande consumo de energia, como indústrias, comércios e condomínios de grande porte.

Os preços de sua tarifa variam de acordo com o horário em que a energia é consumida e conforme a sazonalidade anual referente ao período chuvoso. Ou seja: a energia consumida no horário de pico é mais cara e as tarifas também são diferentes para períodos úmidos e secos durante o ano.

O principal objetivo dessa modalidade é desestimular o consumo de energia em horários de maior demanda, considerados horários de ponta (HP), que normalmente vão das 17h às 20h.

A experiência já conseguiu uma redução de cerca de 12,5% no carregamento dos sistemas elétricos no Brasil, aumentando a sua confiabilidade, melhorando a conformidade dos níveis de tensão e postergando os investimentos de expansão inicialmente identificados como necessários.

A vantagem é que, com o aumento da produtividade dos alimentadores, acontece uma redução, a longo prazo, dos custos de uso dos sistemas de distribuição e o aumento da qualidade do serviço prestado pela companhia, repassado para os consumidores, uma vez que tanto as interrupções como as oscilações nos níveis de tensão são minimizadas.

O estabelecimento de tarifas de energia elétrica que otimizem a capacidade de transporte e também considerem a elasticidade das unidades consumidoras no processo de cálculo, contribui para o uso eficiente da capacidade de geração disponível.