APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Clique aqui Clique aqui

O que é o gerenciamento de oferta e demanda do sistema de energia elétrica?

.A adequação entre a oferta e a demanda de energia elétrica pode ser feita com a ampliação da geração ou pelo consumo racional e redução da demanda.

Foto: iStock

O principal objetivo de um sistema de energia elétrica é garantir que a demanda por eletricidade possa ser atendida a qualquer momento, com requisitos mínimos de qualidade, confiabilidade, economia e segurança, atendendo a restrições ambientais para assegurar a proteção ao meio ambiente.

A adequação entre a oferta e a demanda de energia elétrica, equilibrando a geração e o uso dessa energia, é obtida ampliando o sistema com a geração de energia por meio da construção de novas usinas (gerenciamento pelo lado da oferta – Supply Side Management) ou pela redução ou modificação da demanda por eletricidade ao promover um consumo mais racional de energia elétrica (gerenciamento pelo lado da demanda – Demand Side Management).

Gerenciamento pelo lado da demanda

Para conseguir o equilíbrio entre oferta e demanda de energia elétrica pensando pelo lado da demanda, pode-se utilizar as seguintes estratégias:

Corte de pico: redução das cargas durante os picos de utilização de energia elétrica;

Preenchimento de vales: preenchimento de cargas durante o período fora de pico;

Transferência de carga: movimentação de cargas para horários fora de pico;

Conservação Estratégica: diminuição da demanda de carga em todos os períodos, aumentando a eficiência do uso de energia (troca de iluminação por iluminação eficiente) e mudanças nos padrões de uso (redução da duração dos banhos de chuveiros elétricos);

Crescimento estratégico da carga: aumento do uso de energia elétrica por estratégias como a substituição de combustíveis fósseis (carros elétricos, bombas de calor), melhorando a produtividade dos consumidores e a qualidade de vida;

Carga flexível: contratos específicos e tarifas com a possibilidade de flexibilidade no controle de equipamentos de consumidores (controle direto de aquecedores de água).

As ações de gerenciamento pelo lado da demanda (GLD) se apresentam como uma eficiente alternativa de otimização na utilização dos recursos disponíveis, sendo necessária uma abordagem de longo prazo, com análise de custo benefício e a economia proporcionada pelo adiamento da expansão com novas usinas e redes de transmissão e distribuição de energia.

Todas as soluções que o GLD proporciona para atuação junto ao mercado consumidor colaboram para uma operação mais segura e econômica, uma vez que reduzem a demanda máxima e reduzem as taxas de retomada de carga durante o dia.