APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Clique aqui Clique aqui

O que são as redes inteligentes de energia?

Nas redes inteligentes, o fluxo de energia elétrica e de informações se dá de forma bidirecional. O consumidor pode também ser o produtor!

Foto: iStock

As redes inteligentes de energia (ou smart grid), são uma nova arquitetura de distribuição de energia elétrica. Mais seguras e inteligentes, elas integram e possibilitam ações a todos os usuários a ela conectados.

Nesse conceito, o fluxo de energia elétrica e de informações se dá de forma bidirecional. Ou seja: aquela energia tradicionalmente gerada, transmitida e distribuída de forma radial a partir de instalações das concessionárias poderá, também, ser gerada e integrada às redes elétricas a partir de unidades consumidoras. Dessa forma, cria-se uma nova figura: a do prosumidor, aquele que é produtor e consumidor ao mesmo tempo, produzindo e fornecendo energia à rede.

Mas como funciona? Alguns sensores instalados nas redes elétricas enviam dados relativos ao consumo de energia diretamente da unidade consumidora para nós da Cemig. Esses sensores passarão a alimentar os nossos sistemas comerciais e técnicos, possibilitando que a gente desenvolva um planejamento mais efetivo e eficiente da rede. Além disso, ela – a rede – é preparada para reduzir ao máximo as ocorrências e a duração de falta de energia.

Os consumidores receberão medidores inteligentes que interagem com a Cemig em tempo real, permitindo que acompanhem de perto, ou pela Internet, como a energia é utilizada em casa. Além disso, poderão abastecer seus carros elétricos com energia, uma inovação que em breve se tornará realidade no Brasil. Essas possibilidades de consumo mais econômico e consciente da energia elétrica contribuem também para a redução das emissões de gases de efeito estufa do sistema elétrico brasileiro.

Espera-se que a implantação das redes inteligentes gere valor a todos os setores envolvidos a partir das mudanças a serem implementadas, principalmente aos consumidores.