APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Clique aqui Clique aqui

UHE Sá Carvalho

UHE Sá Carvalho

Hidrelétrica

 

Início da Construção

1947

Início das Operações

1951

Altura da Barragem

1,725hm³ (Antônio Dias) e 1,78hm³ (Severo)

Comprimento da Barragem

112m (Antônio Dias) e 34m (Severo)

Volume do Reservatório

1,725hm³ (Antônio Dias) e 1,78hm³ (Severo)

Potência Instalada

78MW

Unidades Geradoras

4

A UHE (Usina Hidrelétrica) Sá Carvalho foi inaugurada em 1951 com duas unidades geradoras de 15MW. Posteriormente, em 1955, foi instalada a terceira unidade geradora, de 18 MW, e a potência instalada foi ampliada para 48MW. Estas três unidades geradoras estão localizadas na casa de força 1.

Em 1977 foi concluída uma ampliação da usina com a instalação de uma quarta unidade geradora com uma potência de 30MW, localizada na casa de força 2. A potência instalada foi então ampliada para 78 MW. A CEMIG comprou a Sá Carvalho S.A., que é proprietária da usina, em dezembro de 2000.

A UHE Sá Carvalho é composta por dois barramentos (Antônio Dias e Severo) interligados por túneis. Ambos estão no município de Antônio Dias, MG, estando a Barragem Antônio Dias instalada no rio Piracicaba, enquanto a Barragem Severo encontra-se no ribeirão Severo.

Construída em concreto gravidade, a Barragem Antônio Dias conta com 112 m de comprimento de crista e 14,80 m de altura máxima. Seu sistema extravasor é composto por duas comportas de fundo, cinco vãos com perfil Creager, operados por dois níveis de taipas pivotantes superpostas (1° e 2° estágio), e uma comporta de setor sobreposta às taipas. O vertimento máximo das comportas setor com as taipas do primeiro e segundo estágio é de 1840 m³/s.
O reservatório de Antônio Dias é interligado ao reservatório de Severo mediante dois túneis (1 e 1A) de 2620 m e 2550 m, respectivamente. Enquanto o túnel 1 possui fluxo livre, a entrada do túnel 1A conta com duas comportas tipo vagão para o controle do fluxo d’água para a Barragem Severo.

A Barragem Severo é construída em concreto gravidade, possuindo 34 metros de comprimento da crista e 14 m de altura máxima. Esta estrutura é composta por uma comporta de fundo, dois desarenadores, uma comporta de desvio do ribeirão Severo, uma comporta “ladrão” para nível acima de 369,50 m e dois vãos com taipas pivotantes, sendo o acionamento por estágio e vão total, não se permitindo aberturas parciais.

O sistema de adução é composto por dois túneis (2 e 2A), ambos sub-horizontais e de baixa pressão, possuindo, aproximadamente, 1400 m de comprimento. Finalizado o trecho de baixa pressão, tem-se as chaminés de equilíbrio. A partir da chaminé de equilíbrio do túnel 2, existem três adutoras subterrâneas escavadas em rocha, as quais alimentarão as unidades 1 a 3. A partir da chaminé do túnel 2A tem-se uma adutora subterrânea escavada em rocha que se interliga ao gerador 4 da casa de força 2.

O reservatório de Antônio Dias possui 1,725 hm³ de volume e uma área inundada de 0,83 km². Já o de Severo possui 1,78 hm³ de volume e uma área inundada de 0,83 km².